Contrato Público de Solução Inovadora (CPSI)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

No nosso último post abordamos os principais benefícios do Marco Legal das Startups de Minas Gerais, tratando um pouco sobre a história dessa legislação, que teve as discussões iniciadas ainda em 2016 e que trouxe grandes avanços, tal como a contratação de startups pelo Estado e pelos Municípios de Minas Gerais por meio de um Contrato Público de Solução Inovadora (CPSI).

Um dos principais benefícios do Marco Legal das Startups é a possibilidade do Estado e dos Municípios de MG contratarem soluções desenvolvidas por startups, através do Contrato Público de Solução Inovadora (CPSI). Essa contratação será realizada a partir do Chamamento Público, um processo seletivo divulgado por meio de um Edital específico.

As startups selecionadas deverão assinar o Contrato Público de Solução Inovadora, para que possam testar soluções inovadoras de interesse público. Excelente oportunidade, não é mesmo?

COMO VAI FUNCIONAR ESSE CONTRATO NA PRÁTICA?

Considerando que o Marco Legal das Startups foi aprovado em 14/01/2021, ainda não tivemos nenhuma contratação de startups pelo Poder Público Estadual nos moldes previstos nesta nova lei.

Contudo, o Marco Legal das Startups deixou bem detalhado como será esse procedimento que poderá acontecer da seguinte forma:

Fase 1 – Chamamento Público:

A Administração Pública irá realizar um Chamamento Público para testar soluções inovadoras desenvolvidas ou a serem desenvolvidas pelas startups selecionadas (que atendam aos requisitos do Marco Legal).

Esse procedimento de Chamamento Público é exclusivo para as startups e deverá ser realizado, preferencialmente, de forma eletrônica, a fim de que as informações possam ser acessadas por qualquer pessoa.

Um grande avanço!

O objetivo dessa exclusividade é incentivar o desenvolvimento de startups no Estado, fazendo com que MG continue sendo referência no ecossistema de inovação e empreendedorismo. O Chamamento Público se assemelha a um processo de licitação, contudo, realizado de forma mais simples, ágil e transparente.

Para isso, será constituída uma Comissão Técnica de Avaliação, composta por no mínimo três pessoas, com conhecimento técnico da área ou com conhecimento em inovação tecnológica para Administração Pública.

Constituída a Comissão Técnica e publicado o Edital…

As startups de Minas Gerais e de outros Estados poderão se submeter ao processo seletivo.

Serão avaliados os seguintes pontos:

  • O potencial da inovação apresentada pelas startups;
  • O grau de desenvolvimento e inovação da solução;
  • Aderência da solução ao desafio da Administração Pública a ser enfrentado;
  • Viabilidade do Modelo de Negócio e sua maturidade.

As particularidades do processo seletivo, tal como a forma de apresentação da solução, tempo do pitch, dentre outras, serão tratadas no edital do Chamamento Público.

Fase 2 – Contrato Público de Solução Inovadora

Pitch apresentado, solução inovadora selecionada, Chamamento Público finalizado, é hora de assinar o Contrato Público de Solução Inovadora (CPSI) com a Administração Pública. 

Esse contrato poderá ser realizado com ou sem repasse de recursos, podendo, inclusive, serem utilizadas outras formas de incentivo.

No CPSI serão detalhados o período de teste, possibilidades de reembolso, obrigações, metas, penalidades e outras informações necessárias para o cumprimento do Contrato.

O prazo de teste, ou seja, o prazo para validação da solução inovadora é de 6 meses, podendo ser prorrogado por mais 6 meses.

Além disso, o CPSI deverá prever a possibilidade de reembolso dos custos para desenvolvimento e implementação da solução, o valor do reembolso deverá obedecer ao limite de R$200.000,00.

A Administração Pública poderá disponibilizar infraestrutura e equipamentos para as startups selecionadas, sendo que isso deverá estar previsto no Contrato Público de Solução Inovadora.

Ademais, as metas, metodologia para aferição das metas, forma e prazo para prestação de contas pelas startups também será detalhado no contrato.

O CPSI também deverá prever a divisão dos riscos, penalidades e a possibilidade de solução consensual para eventuais problemas envolvendo o contrato e as partes.

Fase 3 – Contrato de Fornecimento

Solução inovadora validada, metas atingidas e Administração Pública interessada é hora de assinar um Contrato de Fornecimento para fornecer o resultado do Contrato Público de Solução Inovadora.

Mas este ponto, será tema do nosso próximo post!

Por fim, é importante ressaltar que o Marco Legal das Startups apenas menciona quais as cláusulas mínimas que o Contrato Público de Solução Inovadora deve ter, caberá à Administração Pública elaborar o documento com demais condições que julgar necessário, cabendo ainda, à startup selecionada, se informar e buscar entender todas as cláusulas previstas neste documento.

Esperamos que essa forma de contratação de startups pelo Estado e Municípios de Minas Gerais tenha ficado mais bem esclarecida para você. Por aqui vemos uma grande oportunidade para o mercado, diante de uma dor tão grande existente até então, para viabilizar este tipo de contratação.

Você pode contar com a gente neste ponto, o time do L&O está preparado para analisar os Contratos Públicos de Solução Inovadora! 😉

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Leia também

Como sua Startup pode abrir uma empresa no exterior

No processo de abertura e crescimento de uma Startup, expandir os limites territoriais, por meio da constituição de uma empresa no exterior, pode ser uma boa ideia. Então vem conhecer mais sobre a famosa offshore!

9. Propriedade Intelectual e Industrial

Não é autorizada a utilização das Marcas e de qualquer propriedade intelectual e/ou industrial do L&O pelos USUÁRIOS do SITE sem a prévia e expressa autorização e aprovação do L&O, ficando resguardados todos os direitos acerca destas.

Ao acessar o SITE, você concorda que respeitará a existência e a extensão dos direitos de Propriedade Intelectual do L&O, bem como de todos os direitos de terceiros que sejam usados, a qualquer título, no SITE, ou que venham a ser disponibilizados de outras formas.

O acesso ao SITE não lhe dá direito ou prerrogativa ao uso de qualquer Propriedade Intelectual, Marca ou outro conteúdo nele inserido.

Se você violar as proibições contidas na legislação pátria vigente sobre propriedade intelectual e/ou neste Contrato, você poderá ter a sua Conta de Acesso bloqueada ou excluída definitivamente, se tiver uma, além de ser responsabilizado, civil e criminalmente, pelas infrações cometidas.

4. Conta de Acesso ao OFFICE

Apenas clientes do L&O, que tenham contratado plano de Assessoria Jurídica, poderão ter acesso à área restrita do SITE, denominada OFFICE. Se for o seu caso, continue a leitura. Caso contrário, pule este tópico e vá para o próximo!

Para que seja possível o acesso ao OFFICE, é indispensável a criação de uma Conta de Acesso. Esta Conta será criada pelo próprio L&O que, na oportunidade, solicitará os dados necessários a você. Você declara que as informações fornecidas são completas,
verdadeiras, atuais e precisas, sendo de sua total responsabilidade informar ao L&O
sempre que houver modificação/atualização de informação relevante.
Além disso, no momento de criação da Conta de Acesso, o L&O determinará o nome de usuário (login) e uma senha provisória para que você consiga acessar o OFFICE.

Após a criação da Conta de Acesso, o L&O enviará a você, via e-mail previamente
informado, seus dados para acesso ao OFFICE (login e senha), sendo que, para maior
proteção e segurança, você deverá alterar a sua senha no primeiro acesso.
É de sua exclusiva responsabilidade a manutenção do sigilo do nome de usuário e da
senha de acesso relativos à sua Conta de Acesso, devendo comunicar imediatamente ao L&O em caso de perda, divulgação ou roubo destes dados ou, ainda, de uso não
autorizado de sua Conta de Acesso.

Após a criação da Conta de Acesso pelo L&O e recebimento das credenciais, você
declara aceitar de forma expressa este Termo ao efetivar o seu primeiro acesso. Haverá, portanto, o consentimento expresso para a coleta, uso, armazenamento e tratamento de dados pessoais pelo L&O e/ou por terceiros contratados pelo escritório para finalidades legítimas e diretamente atreladas ao SITE e ao próprio L&O.

O L&O poderá recusar, suspender ou cancelar a Conta de Acesso de um USUÁRIO sem prévio aviso sempre que suspeitar que as informações fornecidas são falsas,
incompletas, desatualizadas ou imprecisas, com a finalização da relação entre L&O e o USUÁRIO Cliente ou ainda nos casos indicados nas leis e regulamentos vigentes
aplicáveis, nesse documento, mesmo que anteriormente aceito.

Cancelamento da Conta de Acesso ao OFFICE

A sua Conta de Acesso ao OFFICE será encerrada a partir do momento em que a sua relação com o L&O chegar ao fim – e ficaremos bem tristes se isso ocorrer – estando ativa apenas enquanto estiver vigente o Contrato de Prestação de Serviços de Assessoria Jurídica para a adequada prestação dos serviços.

É importante que você compreenda que o encerramento da Conta somente ocorrerá a partir do momento em que o L&O e você conferirem mútua quitação, isto é, a partir do momento que ambos concordarem que não há mais nada para reclamarem um do outro, não havendo qualquer pendência relativa a pagamentos, dentre outras. O encerramento será realizado pelo próprio L&O.

Entretanto, caso você pretenda eliminar definitivamente todos os seus dados do OFFICE, poderá solicitar a qualquer momento ao L&O, que analisará a melhor forma de seguir disponibilizando as informações necessárias, realizando a exclusão em seguida.