Requisitos para configuração da relação de emprego

Relação de emprego
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Muitos empregadores e empregados não sabem até que ponto em uma relação de prestação de serviços existe apenas uma relação de trabalho e partir de qual ponto ela se transforma em uma relação de emprego regida pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

A segurança na definição da forma de relação da prestação de serviços é essencial para a segurança jurídica do exercício da empresa e para o executor dos serviços.

Dispondo de uma regra geral a CLT define em seu artigo 3º que será considerado como empregado toda pessoa física que prestar serviços de natureza não eventual a empregador, sob a dependência deste e mediante o recebimento de uma contraprestação (salário), enquanto o artigo 2º considera como empregador a empresa, individual ou coletiva, que, assumindo os riscos da atividade econômica, admite, assalaria e dirige a prestação pessoal de serviço, equiparando-se aos empregadores os profissionais liberais, as instituições de beneficência, as associações recreativas ou outras instituições sem fins lucrativos, que admitirem trabalhadores como empregados.

Nesse sentido, para verificarmos uma efetiva relação de emprego deve-se verificar a presença de seis requisitos na relação da prestação de serviços entre o tomador e o executor dos serviços, quais sejam:

. Trabalho por pessoa física:
O trabalho a ser prestado pelo executor dos serviços deverá ser realizado por uma pessoa física, não sendo executado por uma pessoa jurídica.

. Pessoalidade:
As atividades prestadas pelo empregado são intransferíveis, sendo exigido do empregador que sejam realizadas sempre pessoalmente por aquele empregado específico, não podendo o empregado enviar outra pessoa para realizá-las em seu lugar.

. Onerosidade:
O empregado deverá receber uma contraprestação pelos serviços que prestar em benefício do empregador em um determinado espaço de tempo. Ou seja, o empregado será remunerado pelo empregador devido às atividades que executar.

. Não-eventualidade (continuidade):
O empregado realizará os serviços de forma contínua e ininterrupta, mantendo regularidade no desenvolvimento das atividades a serem desempenhadas nos serviços propostos pelo empregador que serão realizadas em benefício do mesmo.

. Subordinação:
O empregado terá o compromisso de executar serviços conforme ordens e comandos do empregador, devendo acatá-las com empenho e qualidade. Haverá a submissão às imposições do empregador que determinará e instruirá o empregado sobre o lugar, a forma, o modo e tempo da execução dos serviços.
Dessa forma, o empregador detém o controle do horário de trabalho do empregado, controlando o horário de entrada e saída, horário de almoço dentre outros horários, mesmo quando realizados fora do estabelecimento da empresa.
Essa subordinação permite, inclusive, a possibilidade de o empregador penalizar o empregado em caso de descumprimento das ordens impostas ao mesmo através de advertências, suspensões, dentre outras formas de sanções.

. Imparcialidade (alteridade):
Os riscos da atividade econômica exercida pelo empregado pertencem tão somente ao empregador. O empregado não assume os riscos advindos da atividade que desenvolver, não sendo impactado em caso de prejuízos do empregador, já que receberá as remunerações combinadas com o empregador independentemente de a empresa ter lucros ou prejuízos naquele período.

A inexistência de quaisquer desses requisitos na relação de trabalho poderá ensejar na descaracterização do vínculo empregatício, ou seja, da relação de emprego regida pela CLT.

Fique atento aos seus direitos e conte conosco para auxiliá-lo!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Leia também

Como sua Startup pode abrir uma empresa no exterior

No processo de abertura e crescimento de uma Startup, expandir os limites territoriais, por meio da constituição de uma empresa no exterior, pode ser uma boa ideia. Então vem conhecer mais sobre a famosa offshore!

9. Propriedade Intelectual e Industrial

Não é autorizada a utilização das Marcas e de qualquer propriedade intelectual e/ou industrial do L&O pelos USUÁRIOS do SITE sem a prévia e expressa autorização e aprovação do L&O, ficando resguardados todos os direitos acerca destas.

Ao acessar o SITE, você concorda que respeitará a existência e a extensão dos direitos de Propriedade Intelectual do L&O, bem como de todos os direitos de terceiros que sejam usados, a qualquer título, no SITE, ou que venham a ser disponibilizados de outras formas.

O acesso ao SITE não lhe dá direito ou prerrogativa ao uso de qualquer Propriedade Intelectual, Marca ou outro conteúdo nele inserido.

Se você violar as proibições contidas na legislação pátria vigente sobre propriedade intelectual e/ou neste Contrato, você poderá ter a sua Conta de Acesso bloqueada ou excluída definitivamente, se tiver uma, além de ser responsabilizado, civil e criminalmente, pelas infrações cometidas.

4. Conta de Acesso ao OFFICE

Apenas clientes do L&O, que tenham contratado plano de Assessoria Jurídica, poderão ter acesso à área restrita do SITE, denominada OFFICE. Se for o seu caso, continue a leitura. Caso contrário, pule este tópico e vá para o próximo!

Para que seja possível o acesso ao OFFICE, é indispensável a criação de uma Conta de Acesso. Esta Conta será criada pelo próprio L&O que, na oportunidade, solicitará os dados necessários a você. Você declara que as informações fornecidas são completas,
verdadeiras, atuais e precisas, sendo de sua total responsabilidade informar ao L&O
sempre que houver modificação/atualização de informação relevante.
Além disso, no momento de criação da Conta de Acesso, o L&O determinará o nome de usuário (login) e uma senha provisória para que você consiga acessar o OFFICE.

Após a criação da Conta de Acesso, o L&O enviará a você, via e-mail previamente
informado, seus dados para acesso ao OFFICE (login e senha), sendo que, para maior
proteção e segurança, você deverá alterar a sua senha no primeiro acesso.
É de sua exclusiva responsabilidade a manutenção do sigilo do nome de usuário e da
senha de acesso relativos à sua Conta de Acesso, devendo comunicar imediatamente ao L&O em caso de perda, divulgação ou roubo destes dados ou, ainda, de uso não
autorizado de sua Conta de Acesso.

Após a criação da Conta de Acesso pelo L&O e recebimento das credenciais, você
declara aceitar de forma expressa este Termo ao efetivar o seu primeiro acesso. Haverá, portanto, o consentimento expresso para a coleta, uso, armazenamento e tratamento de dados pessoais pelo L&O e/ou por terceiros contratados pelo escritório para finalidades legítimas e diretamente atreladas ao SITE e ao próprio L&O.

O L&O poderá recusar, suspender ou cancelar a Conta de Acesso de um USUÁRIO sem prévio aviso sempre que suspeitar que as informações fornecidas são falsas,
incompletas, desatualizadas ou imprecisas, com a finalização da relação entre L&O e o USUÁRIO Cliente ou ainda nos casos indicados nas leis e regulamentos vigentes
aplicáveis, nesse documento, mesmo que anteriormente aceito.

Cancelamento da Conta de Acesso ao OFFICE

A sua Conta de Acesso ao OFFICE será encerrada a partir do momento em que a sua relação com o L&O chegar ao fim – e ficaremos bem tristes se isso ocorrer – estando ativa apenas enquanto estiver vigente o Contrato de Prestação de Serviços de Assessoria Jurídica para a adequada prestação dos serviços.

É importante que você compreenda que o encerramento da Conta somente ocorrerá a partir do momento em que o L&O e você conferirem mútua quitação, isto é, a partir do momento que ambos concordarem que não há mais nada para reclamarem um do outro, não havendo qualquer pendência relativa a pagamentos, dentre outras. O encerramento será realizado pelo próprio L&O.

Entretanto, caso você pretenda eliminar definitivamente todos os seus dados do OFFICE, poderá solicitar a qualquer momento ao L&O, que analisará a melhor forma de seguir disponibilizando as informações necessárias, realizando a exclusão em seguida.