Como proteger o software da minha empresa?

Atualmente, grande parte das startups desenvolvem soluções por meio de softwares Web ou Application, visando atender uma infinidade de necessidades do mercado consumidor e empresarial. Nesse cenário surge a dúvida sobre como o empreendedor pode proteger o bem maior desse tipo de empresa: o software.

Os primeiros softwares desenvolvidos eram comercializados com os seus códigos fontes, isto porque como havia uma quantidade muito pequena de computadores no mercado o valor agregado do produto estava no hardware e não no software, nem se imaginava vende-lo separadamente àquela época.

Com o passar do tempo, a evolução da indústria e a comercialização dos softwares, buscou-se proteger a propriedade intelectual destes. No Brasil a regulamentação somente ocorreu em 1998 através da Lei 9.609, equiparando os softwares às obras literárias, sendo estes protegidos pelo direito autoral, ressalvadas algumas peculiaridades.

Apesar de serem registráveis – conforme artigo 19 da Lei 9.610 de 1998 – assim como as obras literárias, os softwares são protegidos por 50 anos, independentemente do registro, bastando a exteriorização da obra para que ela passe a ter proteção. Contudo, é importante ressaltar que o registro do software, ou de qualquer obra literária, é útil e facilita a prova de sua autoria. Nesse sentido, o registro do software deve ser feito no INPI, através de seu código fonte ou código objeto.

Apesar de protegido e registrável, o serviço ou interação entregue pelo software não é objeto de exclusividade e proteção. Para facilitar este entendimento, temos como exemplo o Instagram, aplicativo de postagem instantânea de fotos com compartilhamento na internet, sendo que qualquer outra empresa pode criar um aplicativo (como de fato existe) e que entregue a mesma funcionalidade, não podendo apenas usar a mesma codificação.

Um caso real desse tipo de acontecimento foi a implantação pelo próprio Instagram da funcionalidade “stories”, igual à do aplicativo Snapchat. Foi criada uma mesma funcionalidade para o aplicativo, entretanto com a utilização de outra codificação.

Outro ponto importante da proteção do software é relacionado ao seu desenvolvimento, no âmbito de um contrato de trabalho ou uma contratação específica para o desenvolvimento de um software. A titularidade dos direitos autorais desse software será do empregador ou do contratante e o uso indevido pelo empregado ou contratado é caracterizado como violação dos direitos autorais.

Quanto à violação dos direitos, conforme o artigo 12 da Lei 9.609 de 1998, estes constituem crime, podendo gerar detenção de seis meses a dois anos ou multa, podendo ainda ser aumentada a pena no caso de reprodução integral ou parcial para fins comerciais. Além disso, o infrator deverá indenizar o titular dos direitos autorais em danos materiais e morais que vier a sofrer decorrentes da violação.

Assim, nos dias atuais onde a evolução permite que diversos caminhos e códigos diferentes entreguem uma mesma funcionalidade através de um software, a proteção concedida pela legislação não será suficiente para impedir que outra pessoa crie um software que entregue a mesma função ao mercado.

Nesse sentido, a proteção se encontra no mercado e não no software, o empreendedor precisa colocar em prática, o que não é fácil, e ganhar mercado o suficiente para não ser incomodado por concorrentes que ofereçam o mesmo tipo de software.

O registro e a proteção são importantes, pois impedem a cópia da codificação dificultando a criação de software parecido, além disso o registro facilita a prova da titularidade, evitando qualquer dúvida em eventual conflito. Portanto, apesar de existirem várias formas de se criar um mesmo software, a proteção conferida pela legislação traz um mínimo de segurança para o empreendedor que tem como produto somente o seu software.

Fique atento aos seus direitos e conte sempre conosco.

Leia também

O que é uma Associação?

Uma associação é uma entidade jurídica que representa a união de pessoas ou entidades com interesses, objetivos ou atividades em comum. Essas entidades são estabelecidas

9. Propriedade Intelectual e Industrial

Não é autorizada a utilização das Marcas e de qualquer propriedade intelectual e/ou industrial do L&O pelos USUÁRIOS do SITE sem a prévia e expressa autorização e aprovação do L&O, ficando resguardados todos os direitos acerca destas.

Ao acessar o SITE, você concorda que respeitará a existência e a extensão dos direitos de Propriedade Intelectual do L&O, bem como de todos os direitos de terceiros que sejam usados, a qualquer título, no SITE, ou que venham a ser disponibilizados de outras formas.

O acesso ao SITE não lhe dá direito ou prerrogativa ao uso de qualquer Propriedade Intelectual, Marca ou outro conteúdo nele inserido.

Se você violar as proibições contidas na legislação pátria vigente sobre propriedade intelectual e/ou neste Contrato, você poderá ter a sua Conta de Acesso bloqueada ou excluída definitivamente, se tiver uma, além de ser responsabilizado, civil e criminalmente, pelas infrações cometidas.

4. Conta de Acesso ao OFFICE

Apenas clientes do L&O, que tenham contratado plano de Assessoria Jurídica, poderão ter acesso à área restrita do SITE, denominada OFFICE. Se for o seu caso, continue a leitura. Caso contrário, pule este tópico e vá para o próximo!

Para que seja possível o acesso ao OFFICE, é indispensável a criação de uma Conta de Acesso. Esta Conta será criada pelo próprio L&O que, na oportunidade, solicitará os dados necessários a você. Você declara que as informações fornecidas são completas,
verdadeiras, atuais e precisas, sendo de sua total responsabilidade informar ao L&O
sempre que houver modificação/atualização de informação relevante.
Além disso, no momento de criação da Conta de Acesso, o L&O determinará o nome de usuário (login) e uma senha provisória para que você consiga acessar o OFFICE.

Após a criação da Conta de Acesso, o L&O enviará a você, via e-mail previamente
informado, seus dados para acesso ao OFFICE (login e senha), sendo que, para maior
proteção e segurança, você deverá alterar a sua senha no primeiro acesso.
É de sua exclusiva responsabilidade a manutenção do sigilo do nome de usuário e da
senha de acesso relativos à sua Conta de Acesso, devendo comunicar imediatamente ao L&O em caso de perda, divulgação ou roubo destes dados ou, ainda, de uso não
autorizado de sua Conta de Acesso.

Após a criação da Conta de Acesso pelo L&O e recebimento das credenciais, você
declara aceitar de forma expressa este Termo ao efetivar o seu primeiro acesso. Haverá, portanto, o consentimento expresso para a coleta, uso, armazenamento e tratamento de dados pessoais pelo L&O e/ou por terceiros contratados pelo escritório para finalidades legítimas e diretamente atreladas ao SITE e ao próprio L&O.

O L&O poderá recusar, suspender ou cancelar a Conta de Acesso de um USUÁRIO sem prévio aviso sempre que suspeitar que as informações fornecidas são falsas,
incompletas, desatualizadas ou imprecisas, com a finalização da relação entre L&O e o USUÁRIO Cliente ou ainda nos casos indicados nas leis e regulamentos vigentes
aplicáveis, nesse documento, mesmo que anteriormente aceito.

Cancelamento da Conta de Acesso ao OFFICE

A sua Conta de Acesso ao OFFICE será encerrada a partir do momento em que a sua relação com o L&O chegar ao fim – e ficaremos bem tristes se isso ocorrer – estando ativa apenas enquanto estiver vigente o Contrato de Prestação de Serviços de Assessoria Jurídica para a adequada prestação dos serviços.

É importante que você compreenda que o encerramento da Conta somente ocorrerá a partir do momento em que o L&O e você conferirem mútua quitação, isto é, a partir do momento que ambos concordarem que não há mais nada para reclamarem um do outro, não havendo qualquer pendência relativa a pagamentos, dentre outras. O encerramento será realizado pelo próprio L&O.

Entretanto, caso você pretenda eliminar definitivamente todos os seus dados do OFFICE, poderá solicitar a qualquer momento ao L&O, que analisará a melhor forma de seguir disponibilizando as informações necessárias, realizando a exclusão em seguida.